20 de novembro de 2013

Blimunda n.º 18


No mês dos 91 anos de José Saramago, a Blimunda traz com ela duas entrevistas de Sara Figueiredo Costa a dois dos jovens autores mais promissores em língua portuguesa: Afonso Cruz e Ondjaki. O primeiro acaba de lançar o seu novo romance Para onde vão os guarda-chuvas(ed. Alfaguara), o segundo, Ondjaki, que acaba de ser distinguido com o Prémio Literário José Saramago, atribuído pela Fundação Círculo de Leitores, pelo romance Os Transparentes(Ed. Caminho).

Em estreia nas páginas da Blimunda, Jeronimo Pizarro traz-nos um texto sobre literatura de viagens, com passagens por Pessoa, Camilo Pessanha ou Dinis Machado.No infantil e juvenil, destaque para os 130 anos que a Biblioteca de São Lázaro, em Lisboa, está a comemorar, partindo do texto absolutamente atual de Feio Terenas, o primeiro bibliotecário da rede de Bibliotecas de Lisboa. Presente também nas páginas desta secção a recente edição portuguesa de Como Apanhar uma Estrela, de Oliver Jeffers, pela Orfeu Negro.

Quase a terminar, o centenário de Camus não é esquecido, através de um texto de Juan José Tamayo, que integra a sua obra Cincuenta intectuales para una conciencia crítica, publicada em Barcelona pela Fragmenta. E como dos 91 anos de José Saramago se trata, a Blimundaentrou nos arquivos da Biblioteca que leva o nome do autor e descobriu as dedicatórias que outros escritores deixaram gravadas em livros que ocupam as prateleiras daquele magnífico espaço. Um trabalho de arqueologia literária que terá continuidade no próximo número daBlimunda.

A terminar uma nota para a capa desta edição, que apresenta algunas mudanças gráficas permitindo um contacto mais rápido com os temas que preenchem as suas páginas. Para janeiro, outras mudanças se anunciam.A todos, boas leituras!
Disponível para download no site da Fundação José Saramago.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...