14 de abril de 2011

Café e Letras, Nós e os Clássicos - Os Irmãos Karamázov

   Porquê ler os clássicos?
Qual a relação possível entre os grandes livros e as grandes questões da actualidade?
O contacto com os grandes textos clássicos pode ser uma aventura mental e afectiva, uma relação viva e transmissível. A prova faz-se uma vez por mês na livraria Almedina do Atrium Saldanha. Em cada sessão de Nós e os Clássicos, com coordenação e moderação da jornalista e escritora Filipa Melo, um leitor especialista fala do seu gosto por um título clássico de ficção ou pensamento, como herança universal sem tempo e motor de mudança do entendimento do homem sobre a realidade e a imaginação. Nas próximas sessões, abordaremos a obra de Charles Baudelaire, Saul Bellow e Fiódor Dostoiévski. À procura de sinais do passado no presente, em análise e em relação com outras leituras e com a experiência de vida de cada um. Nós e os Clássicos: livros excepcionais apresentados por leitores excepcionais.
A próxima sessão do Nós e os Clássicos realiza-se dia 21 de Abril, sendo dedicada à obra Os Irmãos Karamázov, de Fiódor Dostoiévski. O evento realiza-se, como de costume, na livraria Almedina do Atrium Saldanha e conta com a presença dos tradutores Nina Guerra e Filipe Guerra.

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...