14 de julho de 2010

Ler em Lisboa: Castelo de S. Jorge


“Na colina mais alta de Lisboa, onde proliferam testemunhos de fenícios, romanos e muçulmanos, ergue-se, no topo, o Castelo de São Jorge. Os vestígios mais antigos aqui encontrados remontam ao séc. VI a. C. Porém, a existência de um castelo propriamente dito, data do séc. X - XI, altura, em que Lisboa, era uma importante cidade portuária muçulmana. Em 1147, D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal, conquista o Castelo e a cidade aos mouros. De meados do séc. XIII até ao início do séc. XVI, o Castelo conhece o seu período áureo. É aqui que Vasco da Gama é recebido por D. Manuel depois de regressar da Índia e que é representada a primeira peça de teatro português, o Auto do Vaqueiro, de Gil Vicente, por ocasião do nascimento do futuro rei D. João III. Com a transferência da residência real e da corte para a baixa da cidade, os terramotos de 1531 e 1755 e o retomar da função militar no século XVIII, a descaracterização do Castelo vai-se acentuando. Declarado Monumento Nacional em 1910, é no decorrer do século XX que recebe importantes intervenções de restauro que lhe conferiram a imponência actual.”

                                                                     Fonte: Folheto Informativo da EGEAC


(Clique na imagem para ampliar)


Tratando-se de um dos principais pontos de interesse turístico da cidade, o Castelo de São Jorge destaca-se como local de leitura não só devido ao ambiente que a sua antiguidade proporciona, mas especialmente graças à sua privilegiada localização. Assim sendo, a vista que o miradouro do castelo oferece é, provavelmente, uma das mais impressionantes de Lisboa, sendo as fotografias apresentadas abaixo uma pequena amostra disso mesmo.




A entrada é grátis para residentes no concelho de Lisboa. Para mais informações sobre o Castelo e os eventos nele realizados, podem consultar o seu site oficial, ou a página da EGEAC.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...